Copa do Mundo de Futebol 2018, França vence a Croácia e garante o bicampeonato

Franceses celebram bicampeonato do Mundial

Os franceses voltam ao topo do mundo. Em um decisão com gol contra e uso do VAR inéditos em finais de Copa, além de invasão de gramado por um grupo radical russo, a França derrotou a Croácia por 4 a 2, neste domingo, no Estádio Olímpico Lujniki, em Moscou, e conquistou o título mundial de futebol pela segunda vez na história. Mandzukic (contra), Griezmann, Pogba e Mbappé fizeram os gols da equipe azul, enquanto Perisic e Mandzukic, este se aproveitando de uma falha bizarra do goleiro e capitão Lloris, descontaram para a Croácia.

A festa de entrega de medalhas ficou marcada pela chuva que despencou no estádio Lujnik. Presidentes da Fifa, da Rússia, da França e da Croácia ficaram encharcados como os jogadores. Na festa da taça, as lágrimas quase se esconderam com a chuva.

Emmanuel Macron e Kolinda Grabar-Kitarovic na decisão

Com este título, o francês Didier Deschamps se igualou a Mário Jorge Lobo Zagallo e Franz Beckenbauer como campeões tanto como atletas e como treinadores. O brasileiro foi campeão como jogador em 1958 e 1962, e como treinador em 1970. O alemão carregou a taça em 1974, como jogador, e em 1990, como técnico.

Didier Deschamps, técnico da França

O meia Luka Modric foi escolhido pela Fifa como o melhor jogador da Copa do Mundo de 2018. O francês Kylian Mbappé levou o troféu de revelação, e o belga Thibaut Courtois foi escolhido o melhor goleiro.Modric e Mbappé premiados

Melhores momentos: França 4 x 2 Croácia  A Rede Globo TV

Capitão e campeão em 2014, Philipp Lahm leva taça para gramado A Rede Globo TV

França faz a festa com a taça de campeão da Copa do Mundo de 2018  A Rede Globo TV


FICHA TÉCNICA

FRANÇA 4 x 2 CROÁCIA

FRANÇA – Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernandez; Kante (Nzonzi), Pogba, Matuidi (Tolisso), Griezmann e Mbappé; Giroud (Fekir). Técnico: Dider Deschamps.

CROÁCIA – Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Perisic, Modric e Rebic (Kramaric); Mandzukic. Técnico; Zlatko Dalic.

GOLS – Mandzukic (contra), aos 18, Ivan Perisic, aos 27, e Griezmann, aos 37 minutos do primeiro tempo; Pogba, aos 14, e Mbappé, aos 19, e Mandzukic, aos 24 minutos do segundo.

CARTÕES AMARELOS – Kanté, Hernandez e Vrsaljko.

ÁRBITRO – Nestor Pitana (ARG).

PÚBLICO – 78.011 torcedores.

LOCAL – Estádio Luzhniki, em Moscou.

GloboEsporte

Anúncios

F1 GP da Inglaterra, Vettel vence em Silverstone e abre vantagem sobre Hamilton

O GP da Inglaterra foi um prêmio aos fãs da Fórmula 1 e os mais de 100 mil torcedores que lotaram Silverstone e viram Sebastian Vettel vencer pela quarta vez na temporada, ampliando assim para oito pontos a vantagem sobre Lewis Hamilton na liderança do campeonato.

Em corrida eletrizante, Vettel vence na Inglaterra e abre vantagem sobre Hamilton

Numa corrida emocionante, Vettel liderou no começo, perdeu a ponta ao fazer um pit stop a mais do que os pilotos da Mercedes, mas recuperou a primeira posição ao ultrapassar Valtteri Bottas a cinco voltas da bandeirada. Mesmo tendo caído para o fim do pelotão após um toque de Kimi Raikkonen na largada, Hamilton fez ótima corrida de recuperação e ainda terminou em segundo lugar, ajudado por duas entradas do safety car devido a um forte acidente de Marcus Ericsson e uma colisão entre Carlos Sainz e Romain Grosjean.

Hamilton, Vettel e Raikkonen, os três primeiros em Silverstone (Foto: Reuters)

Raikkonen foi punido com dez segundos no primeiro pit stop, mas também conseguiu se recuperar e terminou em terceiro, à frente de Bottas, que perdeu rendimento nas voltas finais e quase foi superado por Daniel Ricciardo, que terminou em quinto – seu companheiro na RBR Max Verstappen abandonou com problemas no carro.

Também marcaram pontos, da sexta à décima posições, Nico Hulkenberg (Renault), Esteban Ocon (Force India), Fernando Alonso (McLaren), Kevin Magnussen (Haas) e Sergio Perez (Force India).

Assista aos melhores momentos do GP  A Rede Globo TV

Resultado final do GP da Inglaterra (Foto: Reprodução/rede social)

Sorocaba, Desfile Cívico em comemoração à Revolução de 1932

Um desfile cívico em comemoração aos 86 anos da Revolução Constitucionalista de 1932 foi realizado, na manhã desta sexta-feira (06/7/18), no Comando do Policiamento do Interior (CPI-7), no Cerrado. Promovida pelo Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba (IHGGS), Polícia Militar e Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), a cerimônia contou com a presença do prefeito José Crespo e de autoridades das Polícias Militar e Civil, Marinha e Exército.

Confiram as fotos feitas durante cobertura do Sistema Ipanema de Comunicação e live feita durante a cerimônia:

Jornal Ipanema

F1 GP da Inglaterra, Hamilton supera Vettel em batalha duríssima e faz a pole position

Hamilton supera Vettel em batalha duríssima e faz a pole position em casa

Foi no sufoco, mas Lewis Hamilton fez a alegria da torcida em Silverstone ao conquistar a pole position para o GP da Inglaterra de Fórmula 1, neste sábado. Numa batalha duríssima, o tetracampeão foi apenas 0s044 mais rápido do que o rival e líder do campeonato Sebastian Vettel, que esteve ameaçado de não treinar por causa de dores no pescoço mas chegou a estar na frente no último minuto no Q3 e conseguiu um lugar na primeira fila.

Vettel, Hamilton e Raikkonen, os três primeiros no grid em Silverstone (Foto: Reuters)

Eufórico com a pole em casa, Hamilton chegou a ficar com as mãos tremendo ao sair do carro, e, depois de saudar a torcida, recebeu do britânico Billy Monger, piloto de F3 que perdeu as pernas num acidente em 2017 mas ainda compete, um pneu em miniatura como prêmio.

Num treino muito equilibrado, Kimi Raikkonen brigou pela pole position e terminou em terceiro e vai dividir a segunda fila com Valtteri Bottas, que, ao contrário do compatriota, teve uma participação discreta. Sem um motor tão potente como os de Ferrari e Mercedes, a dupla da RBR-Renault vai largar na terceira fila, com Max Verstappen outra vez superando Daniel Ricciardo.

Assista a reportagem no Jornal da Globo A Rede Globo TV

Completam os dez primeiros no grid os dois pilotos da Haas, com Kevin Magnussen em sétimo e Romain Grosjean em oitavo, além de Charles Leclerc, da Sauber, em nono, e Esteban Ocon, da Force India, em décimo.

Grid de largada para o GP da Inglaterra de F1 (Foto: Reprodução/rede social)

GloboEsporte