verde-e-amarelo-na-janela-som

 

Após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar e na prorrogação, o Brasil contou com a estrela do goleiro Júlio César na disputa de pênaltis, e venceu o Chile por 3 a 2, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Agora a seleção espera o vencedor de Uruguai x Colômbia para as quartas de final, que serão disputadas em Fortaleza, na próxima sexta-feira.

Brasil e Chile Belo Horizonte 6 280614

A seleção começou melhor, impôs pressão e abriu o placar com David Luiz no Mineirão, mas acabou cedendo o empate ao Chile. No lance do gol, Alexis Sánchez se aproveitou de erro da defesa brasileira. No segundo tempo, o time caiu de produção e levou sufoco da seleção chilena, mas levou para a prorrogação. Durante os 30 minutos complementares, o Brasil até teve mais posse de bola, mas levou um susto no último minuto, quando Pinilla mandou uma bomba no travessão.

O jogo, então, seria decidido na disputa de penalidades, e foi aí que entrou Júlio César. O goleiro defendeu logo as duas primeiras cobranças chilenas, de Pinilla e Sánchez, mas Willian e Hulk desperdiçaram. Na última cobrança brasileira, Neymar manteve a tranquilidade e converteu. Já o chileno Jara não teve a mesma sorte e mandou uma bomba na trave esquerda, garantindo a classificação do Brasil às quartas de final na copa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assista aos melhores momento do Jogo Brasil X Chile  RedeGloboTV

Assista a emoção no final do jogo da equipe com o goleiro Julio César  RedeGloboTV

FICHA TÉCNICA – BRASIL 1 x 1 CHILE

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Data: 28 de junho de 2014, sábado

Horário: 13h (Horário de Brasília)

Árbitro: Howard Webb (ING)

Assistentes: Michael Mullarkey e Darren Cann (ambos ingleses)

Gols: David Luiz, aos 18, e Alexis Sanchez, aos 32 minutos do 1º tempo.

Cartões Amarelos: Hulk, Luiz Gustavo, Daniel Alves (BRA); Mena, Francisco Silva e Pinilla (CHI)

Público: 57.714 mil presentes.

Brasil: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho (Ramires, aos 27 do 2º tempo) e Oscar (Willian, no intervalo do 1º tempo da prorrogação); Hulk, Neymar e Fred (Jô, aos 18 do 2º tempo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Chile: Bravo; Silva, Medel (3 do 2º tempo da prorrogação) e Jara; Isla, Aránguiz, Díazm Vidal (Pinilla, aos 42 do 2º tempo) e Mena; Vargas (Gutiérrez, aos 11 do 2º tempo) e Alexis Sánchez. Técnico: Jorge Sampaoli

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s