F1 GP da Austrália, Lewis Hamilton vence em Melbourne

Lewis Hamilton levanta o troféu (Foto: EFE/Diego Azubel)

Lewis Hamilton levanta o troféu (Foto: EFE/Diego Azubel)

O atual campeão mundial Lewis Hamilton, da Mercedes, começou a temporada como terminou a última, no lugar mais alto do pódio, neste domingo em Melbourne, em dia histórico para o Brasil, com o quarto lugar de Felipe Massa (Williams), e a incrível quinta posição do seu ‘xará’ Felipe Nasr (Sauber), melhor resultado para um estreante do país.

Em mais uma dobradinha da escuderia alemã, Hamilton deixou para trás o companheiro de equipe Nico Roberg (2º) e o tetracampeão Sebastian Vettel, que completou o pódio na sua primeira corrida com a Ferrari.

O britânico, que busca o tricampeonato para igualar o ídolo Ayrton Senna, já havia vencido a prova em 2008, no ano do seu primeiro título mundial. Neste domingo, ele largou na pole position e dominou de ponta a ponta, controlando a corrida sem deixar Rosberg encostar, para garantir a 34ª vitória da sua carreira.

“Nico foi muito rápido durante toda a corrida, e tive que guiar com cautela para poupar pneus e gasolina. Quando ele tentou me pressionar, soube reagir. Foi uma corrida fenomenal para nós”, comemorou Hamilton.

“Talvez não tenha ficado tão claro do lado de fora, mas ataquei do início até o fim. O problema foi que Lewis não cometeu nenhum erro, fez uma corrida de campeão mundial”, reconheceu Rosberg.

A supremacia das Mercedes foi tanta que Hamilton recebeu a bandeirada antes mesmo do sexto colocado Daniel Ricciardo (Red Bull) completar sua penúltima volta.

Nasr faz história

Para Massa, o quarto lugar foi muito melhor do que no ano passado, quando abandonou logo na primeira curva do Albert Park ao sofrer uma batida do japonês Kobayashi.

Mesmo assim, ficou um sabor um pouco amargo, já que o paulistano largou em terceiro e acabou ficando fora do pódio, ao ser superado por Vettel, que usou uma ótima estratégia para poupar pneus e conseguiu levar a melhor na primeira para nos boxes.

O alemão comemorou muito o resultado e levou a torcida ao delírio ao gritar “Forza Ferrari” depois de cruzar a linha de chegada.

“Foi realmente incrível ver a alegria dos fãs. Quando se pilota um carro vermelho, a recompensa pelo trabalho feito durante o inverno vem em dobro”, vibrou o Vettel.

Nasr, por sua vez, teve a estreia dos sonhos. O jovem piloto de 22 anos fez uma grande largada, pulando da décima para a sexta posição, numa manobra ousada em que acabou tocando levemente a traseira de Pastor Maldonado, da Lotus, que rodou na pista e abandonou a prova.

A saída do venezuelano forçou a entrada do carro de segurança, e Nasr voltou a aprontar logo na relargada, ao ultrapassar o ídolo da torcida local, o australiano Ricciardo, para assumir a quinta posição.

O brasileiro tinha começado o fim de semana num clima de incerteza, em meio ao imbróglio envolvendo Giedo Van der Garde.

O holandês chegou a obter ganho de causa na justiça para pilotar um carro da Sauber por ter assinado no ano passado um contrato lhe garantindo uma vaga de titular, mas acabou ficando fora porque Nasr e o sueco Ericsson trouxeram mais dinheiro em patrocínios.

A escuderia e o piloto só chegaram a um acordo no sábae a estreia do brasileiro foi confirmada apenas poucas horas antes do treino classificatório.

Outro estreante, o espanhol Carlos Sainz Je, da Toro Rosso, também pontuou na sua primeira corrida, ao terminar em nono. Apenas 11 carros completam a prova

O primeiro GP do ano começou com apenas 15 carros no grid. Companheiro de equipe de Massa na Williams, o finlandês Valterri Bottas ficou fora da prova por ter sentido dores nas costas durante o treino classificatório.

Lewis Hamilton comemora a vitória em Melbourne no pódio do GP da Austrália de Fórmula 1 (Foto: EFE / Diego Azubel)

Lewis Hamilton comemora a vitória em Melbourne no pódio do GP da Austrália de Fórmula 1 (Foto: EFE / Diego Azubel)

Resultados do GP da Austrália:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

307,574 km em 1 h 31:54.067

(velocidade média: 200,808 km/h)

2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) à 1.360

3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) à 34.523

4. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) à 38.196

5. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) à 1:35.149

6. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) a 1 volta

7. Nico Hülkenberg (ALW/Force India-Mercedes) a 1 volta

8. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 1 volta

9. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Renault) a 1 volta

10. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 1 volta

11. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) a 2 voltas

Melhor volta: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:30.945 na 50ª volta (velocidade média: 209,916 km/h)

Abandonos:

Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Honda): problema mecânico antes da largada

Daniil Kvyat (RUS/Red Bull-Renault): problema mecânico antes da largada

Romain Grosjean (FRA/Lotus-Mercedes): problema mecânico na 1ª volta

Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Mercedes): batida com Nasr, 1ª volta

Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Renault): problema de motor, 34ª volta

Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari): roda mal colocada, 41ª volta

-Classificação do Mundial de pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 25 pts

2. Nico Rosberg (ALE) 18

3. Sebastian Vettel (ALE) 15

4. Felipe Massa (BRA) 12

5. Felipe Nasr (BRA) 10

6. Daniel Ricciardo (AUS) 8

7. Nico Hülkenberg (ALE) 6

8. Marcus Ericsson (SUE) 4

9. Carlos Sainz Jr (ESP) 2

10. Sergio Pérez (MEX) 1

-Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes-AMG 43 pts

2. Ferrari 15

3. Sauber 14

4. Williams 12

5. Red Bull 8

6. Force India 7

7. Toro Rosso 2

MSN Esportes

Assista aos melhores momentos do GP da Austrália A Rede Globo TV

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s