F1 GP da Itália, Lewis Hamilton vence, com Vettel em 2º e Massa em 3º lugar no pódio

Lewis Hamilton passeou com sua Mercedes no GP da Itália deste domingo. Líder do campeonato, o britânico largou na pole position, não foi incomodado em nenhum momento e cruzou a linha de chegada com 25 segundos de vantagem para Sebastian Vettel, da Ferrari. Ele ainda contou com a quebra do companheiro de equipe, Nico Rosberg, a duas voltas do fim, para abrir ainda mais no campeonato: 252 a 199 pontos. Quem também se beneficiou com o problema no motor do alemão foi Felipe Massa. O brasileiro, que estava em quarto, herdou o terceiro lugar, mas precisou conter a forte pressão do parceiro de Williams, Sebastian Vettel, para assegurar o lugar no pódio.

Lewis Hamilton recebe a bandeirada da vitória no GP da Itália (Foto: AP)

Lewis Hamilton recebe a bandeirada da vitória no GP da Itália (Foto: AP)

Mas a tranquilidade de Hamilton dentro pista contrastou com o semblante de preocupação do piloto e de toda equipe Mercedes fora dela. O motivo: os pneus de ambos os carros do time estavam com a calibragem abaixo do permitido e a equipe foi chamada para dar explicações para a direção de prova. Em aferição feita antes do começo da corrida, os comissários detectaram que os pneus do inglês estavam 0,3 psi (libra força por polegada quadrada) abaixo do limite, enquanto o de Nico, estava a 1,1 psi. O limite de 19,5 psi foi estabelecido pela Pirelli após a polêmica com os estouros de pneus de Vettel e Rosberg na etapa anterior, na Bélgica.

Foi ciente da possibilidade de punição que a Mercedes pediu para Hamilton pisar fundo nas voltas finais, para que ele pudesse abrir mais vantagem para Vettel, evitando a perda da vitória em caso de uma penalidade de até 25s, por exemplo. A dupla da Ferrari foi investigada pelo mesmo motivo, mas os comissários não encontraram irregularidades nos carros de Vettel e Kimi Raikkonen.

Foi confirmada ( atualizado às 13h30 ) a vitória de Lewis Hamilton, veja como ficou o Top 4 Pilotos em 06 de Setembro de 2015:

Classificação F1 Pilotos 060915

Felipe Massa celebra pódio no GP da Itália (Foto: Getty Images)

Felipe Massa celebra pódio no GP da Itália (Foto: Getty Images)

Foi uma largada tumultuada, em razão da Ferrari de Kimi Raikkonen que, alinhava em segundo ter ficado parada no grid. O Homem de Gelo partiu com muito atraso e despencou para a última posição. Hamilton manteve a ponta, seguido por Vettel. Quem se beneficiou com a confusão foi Massa, que pulou de quinto para terceiro. E quem levou o maior prejuízo foi Rosberg, que estava logo atrás da Ferrari do finlandês, precisou desviar e caiu para sexto, atrás também de Bottas e Pérez. Na segunda volta, porém, o alemão da Mercedes se livrou do mexicano da Force India e passou para quinto.

Felipe Nasr aproveitou bem o caos nos primeiros metros, arrancando bem e subindo de 11º para a sétimo. No entanto, o piloto da Sauber tocou na Lotus de Maldonado logo na primeira chicane. Com o choque, ele quebrou a asa dianteira e precisou fazer um pit stop, caindo para a 18ª e última colocação, já que ambas as Lotus abandonaram nas primeiras voltas.

Felipe Massa conteve pressão de Valtteri Bottas para assegurar pódio no GP da Itália (Foto: Getty Images)

Felipe Massa conteve pressão de Valtteri Bottas para assegurar pódio no GP da Itália (Foto: Getty Images)

Lá na frente, Hamilton abriu quase seis segundos para Vettel nas primeiras dez voltas, enquanto Massa se sustentava em terceiro com margem segura para Bottas. Lá atrás, Raikkonen escalava rapidamente o pelotão e já aparecia no top 10, em nono. Diferentemente do Homem de Gelo, Nasr tinha dificuldades de ganhar posições e aparecia em 17º.

Resultado provisório do GP da Itália:

1 – Lewis Hamilton    (Mercedes)    1h18m00s688*
2 – Sebastian Vettel    (Ferrari)    25s042
3 – Felipe Massa    (Williams/Mercedes)    47s635
4 – Valtteri Bottas    (Williams/Mercedes)    47s996
5 – Kimi Raikkonen    (Ferrari)    1m08s860s
6 – Sergio Perez    (Force India/Mercedes)    1m12s783
7 – Nico Hulkenberg    (Force India/Mercedes)    1 volta
8 – Daniel Ricciardo    (RBR/Renault)    1 volta
9 – Marcus Ericsson    (Sauber/Ferrari)    1 volta
10 – Daniil Kvyat    (RBR/Renault)    1 volta
11 – Carlos Sainz    (STR/Renault)    1 volta
12 – Max Verstappen    (STR/Renault)    1 volta
13 – Felipe Nasr    (Sauber/Ferrari)    1 volta
14 – Jenson Button    (McLaren/Honda)    1 volta
15 – Will Stevens    (Marussia/Ferrari)    2 voltas
16 – Roberto Merhi    (Marussia/Ferrari)    2 voltas
17 – Nico Rosberg    (Mercedes)    Motor*
18 – Fernando Alonso    (McLaren/Honda)    6 voltas
– Romain Grosjean    (Lotus/Mercedes)    Abandono
– Pastor Maldonado    (Lotus/Mercedes)    Colisão

Assista a premiação do GP da Itália A Rede Globo TV

Assista aos melhores momentos do GP da Itália A Rede Globo TV

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s