Alumínio SP, completa 23 anos de emancipação

Terceiro município mais novo da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), Alumínio completa hoje 23 anos de emancipação. Durante todo o mês de abril, atividades culturais, esportivas e religiosas devem ser oferecidas à população em diversos pontos da cidade. A história de Alumínio começou em 1892, com a construção de uma fábrica de cimentos. Anos depois, a Sociedade Anônima Votorantim iniciou uma fábrica de alumínio no local, a então Companhia Brasileira de Alumínio (CBA). A evolução da empresa e do número de habitantes na região levou à emancipação de Alumínio. Até então, o distrito pertencia a Mairinque.

Alumínio SP 23 anos 1 02 04 16.jpg

EE Honorina Rios de Carvalho Mello participando do desfile cívico

Alumínio SP 23 anos 2 02 04 16

Alumínio SP 23 anos 6 02 04 16

Alunos com Ana Caroline – Universitária do Programa Escola da Família, Prof.ª Juliana, Prof Rodrigo, Prof.ª Gisele e Prof. Osvaldo Vice-Diretor de Escola

Este slideshow necessita de JavaScript.

As festividades pelo aniversário da cidade começaram às 8h30 de hoje, com solenidade de abertura. Em seguida, ocorre Desfile Cívico. Já às 18h, tem início a Festa de São Francisco de Paula, que vai até o dia seguinte. Outras atrações culturais também celebram Alumínio, como exposição de fotografias, no saguão da Prefeitura; apresentação de cinema ao ar livre; shows de diferentes ritmos, como samba, blues, sertanejo, rock e reggae, etc. Essas atividades ocorrem até o dia 10.

Outra atração pela celebração de 23 anos é o 2º Festival Livre de Artes Integradas (Flai) de Alumínio. O evento leva ao público apresentações de música, concurso literário, oficinas e intervenções artísticas. Durante todo o mês, a cidade também será agitada por atividades esportivas, como a Copa de Futsal e de Futebol Alumínio 23 anos.

História

A história do município começa quando o empresário Antônio Proost Rodovalho encontrou reservas de calcário na Fazenda Santo Antônio, perto de São Roque. Na época, ele montou no local aquela que é considerada a primeira fábrica de cimento portland do país, com capacidade de produção de 25 mil toneladas por ano.

Anos depois, o empresário José Ermírio de Moraes passou a administrar os negocios de Rodovalho. E, no início da década de 1940, a CBA começou a ser construída com o objetivo de produzir 7 mil toneladas de alumínio por ano. Os trabalhos na fábrica, porém, começaram 15 anos depois.

Com o desenvolvimento industrial e econômico local, motivado pela expansão da CBA, a população de Alumínio, até então um bairro de Mairinque, demonstrou desejo pela emancipação. A primeira Comissão Pró-Emancipação foi formada em 1983. A separação, entretanto, só ocorreu em 1991, por meio de plebiscito. A primeira eleição foi marcada para outubro de 1992, com a vitória do prefeito José Aparecida Tisêo, que assumiria o cargo no ano seguinte.

Anderson Oliveira – Jornal Cruzeiro do Sul – Sorocaba SP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s