RG com mais de dez anos pode ser recusado em atendimentos

Em 2015, o Programa Poupatempo de Sorocaba emitiu 103.402 Carteiras de Identidade, das quais 81.845 para segunda via. No Brasil, o prazo de validade do Registro Geral (RG) é indefinido, conforme a Lei 7.116, porém alguns órgãos e empresas passaram a exigir a data de emissão em até dez anos com o objetivo de combater fraudes.
Isso tem levado idosos a renovar a Carteira de Identidade, como informa a assessoria do Programa. “Por ser um documento de identificação, é necessário que esteja atualizado e em bom estado de conservação.” Caso as informações estejam desatualizadas, com foto antiga, plastificada, com manchas ou rasuras, o estabelecimento pode não aceitar.
A doméstica Sandra Marcos Alves emitiu a segunda via de seu documento. “Meu RG estava com o prazo da validade vencido há dez anos, resolvi fazer por causa da bolsa-escola; tive de renovar para poder utilizar.” Ela diz, ainda, concordar com a renovação. “Acho que é bom renovar, todo mundo deveria, o atendimento também é muito bom.”
Já a dona de casa Leila Magali também acredita ser necessário renovar o documento. “Mostra que realmente é aquela própria pessoa, porque, às vezes, pode ser assaltado e usarem seu documento de uma forma ilícita.” Ela renova pela segunda vez sua Carteira de Identidade, já que a primeira ocasião deu-se por conta do prazo de dez anos.
Contudo o cardiologista Sandro Rogério Agostinho Júnior afirma não concordar com a renovação. “Acho ruim, porque RG é RG; para mim é a mesma coisa.” O médico conta ter perdido sua Carteira de Identidade há um ano e passou a usar uma mais antiga. “Fui a uma casa noturna e me barraram porque eu estava com o RG antigo, que deve ter uns 15 anos.”
A primeira via do RG é gratuita, mas a segunda tem uma taxa de R$ 35,33. Essa é isenta para mulheres acima de 60 anos e homens com mais de 65, desempregados há mais de três meses, boletim de ocorrência por roubo ou furto de documento, cidadãos que se declaram pobres nos termos da Lei 7.115/83 e vítimas de calamidade pública ou emergência.
O Poupatempo recomenda manter o documento em bom estado de preservação e atualizado para que o cidadão não tenha problemas ao fazer viagens, concursos públicos, saques em agências bancárias ou outros setores que necessitem do documento. Para agendar horário de atendimento, uma opção é baixar o aplicativo “SP Serviços”.
Fora esse recurso, que permite a escolha da data e horário de uma forma mais rápida, o agendamento também pode ser feito pelo portal (poupatempo.sp.gov.br) ou pelo Disque-Poupatempo 0800-772-3633, para telefones fixos, e 0 (código da operadora) 11 2930-3650, para celulares.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s