F1 GP de Abu Dhabi, Hamilton larga na pole seguido de Rosberg e Ricciardo

Não se pode dizer que Nico Rosberg e Lewis Hamilton, a dupla da Mercedes, não sejam constantes. Eles chegaram quinta-feira no Circuito Yas Marina completamente relaxados, não demonstrando em nenhum instante que lutam pelo título mundial na última etapa do campeonato, o GP de Abu Dhabi, e neste sábado seguiram no mesmo tom, depois da sessão que definiu o importante grid da prova, diante da dificuldade de ultrapassagem dos 5.554 metros do traçado dos Emirados Árabes Unidos.

“Estou encarando como uma corrida normal, como as outras 20 desta temporada. Vim aqui para vencer e isso me ajuda a manter o foco. Largo amanhã em segundo mas não pensando em chegar em segundo. A largada é sempre uma oportunidade para ganhar a posição (liderança)”, disse Rosberg. Ele ficou a 303 milésimos do companheiro de Mercedes, o pole position. Parece que para o piloto alemão, ao menos pelo seu discurso, a terceira colocação não é suficiente para lhe garantir o título, mesmo no caso de vitória de Hamilton.

Lewis Hamilton e Nico Rosberg após treino classificatório para o GP de Abu Dhabi (Foto: Getty Images)Da mesma forma, o piloto inglês lembrou que seu estado de espírito não lembra em nada o de 2014, quando sequer dormiu a noite anterior à corrida no Circuito Yas Marina. “Eu me sinto super preparado, fico bastante relaxado no carro.” E foi esse sintonia consigo próprio que o permitiu estabelecer a 61ª pole na carreira. Ele falou sobre o feito, visivelmente orgulhoso: “Tive uma das minhas melhores performances, sem um único erro. Conseguir uma volta dessas na última classificação do ano me dá uma sensação incrível”.

A confiança que largaria em primeiro era tal que nas simulações de largada que fez, estacionando o carro na reta de chegada, colocou sempre o carro na posição do pole position. “Não me passou pela cabeça não ser o mais rápido hoje.” Confirmou que, junto do grupo de engenheiros e mecânicos, trabalhou nas três sessões livres para esse resultado. “Estudamos o histórico da corrida e vimos a importância de começar na frente. Tudo o que fizemos até agora foi focalizar 100% do nosso interesse na pole. Agora vamos fazer o mesmo com relação as 55 voltas da prova. Nem discutimos, ainda, a estratégia a ser adotada.”

Hamilton precisa receber a bandeirada entre os três primeiros e torcer para o companheiro chegar lá atrás para conquistar seu quarto título mundial (veja no quadro o que cada piloto necessita para ser campeão). Um exemplo: Lewis vencer e Nico em terceiro garante a vitória no campeonato ao alemão. Já se Hamilton for segundo e Rosberg sétimo, o inglês faz a festa.

Assista os melhores momentos do treino de Abu-Dhabi  A Rede Globo TV

“Sei que minha situação (para ganhar a batalha) é fantástica, mas sei também que haverá uma bela disputa. Como falei vou procurar vencer a corrida, mesmo sabendo que será difícil. Um exemplo disso é que minha volta foi muito boa na classificação, mas de Lewis, ainda melhor”, disse Rosberg.

Resultado do treino classificatório para o GP de Abu Dhabi (Foto: Divulgação)

Info-ROSBERG-e-HAMILTON-briga-pelo-titulo_GP ABU-DHABI (Foto: EDITORIA DE ARTE)

GloboEsporte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s