Falece o ícone da matemática, Professor Osvaldo Sangiorgi

Resultado de imagem para osvaldo sangiorgi Com profunda tristeza que comunicamos o falecimento do Professor Osvaldo Sangiorgi, consagrado Professor de matemática e autor de diversos livros didáticos.

Osvaldo Sangiorgi  nascido em 09 de maio de 1921, Professor de matemática e autor de  livros didáticos  da  época  do Movimento da Matemática Moderna no Brasil. É membro da Academia de Letras de Campos do Jordão. Ganhou o Prêmio Jabuti na categoria “Ciências Exatas” em 1964 pelo livro “Matemática Curso Moderno”.  Nascido em 9 de maio de 1921, ingressou no Departamento de Comunicações e Artes onde foi fundador do núcleo de pesquisa Cibernética Pedagógica. Doutor em matemática pela USP, foi Professor da Universidade Mackenzie e do magistério do Estado de São Paulo.  O Professor Osvaldo Sangiorgi tinha 96 anos.

O passamento ocorreu na madrugada desta sexta-feira (07/07/2017), em São Paulo, onde o corpo será cremado em cerimônia restrita à família.

CARGO-FUNÇÃO PRINCIPAL:
– Professor Titular – Escola de Comunicações e Artes da USP.
– Especialidades: Ciências da Informação (Lingüística Matemática, Teoria da Informação, Novas Tecnologias da Comunicação) e Educação (Cibernética Pedagógica e Robótica Educacional).

TÍTULOS ACADÊMICOS CONCEDIDOS POR UNIVERSIDADES:
Professor Emérito da Universidade de São Paulo – 2000
Licenciado em Matemática e Física – USP, 1943
Mestre em Lógica Matemática – Kansas University, USA, 1961
Doutor em Lingüística Matemática – USP, 1973
Livre Docente – ECA-USP, 1987
Professor Titular – USP, 1990
ESTÁGIOS NO EXTERIOR:
Dep. de Matemática – Kansas University, Lawrence, USA, 1962
Advanced Study Institute Eupen, Béigica, 1969
Institut für Kybernetische Pädagogik – Universidade de Paderborn, RFA, 1979
Istituto di Cibernetica, Republica de San Marino, 1983
Associação Internacional de Cibernética, Namur, Bélgica, 1989
Academia Internacional de Ciências, San Marino, desde 1991
PRINCIPAIS CARGOS OCUPADOS:
Presidente:
Grupo de Estudos do Ensino de Matemática – GEEM – São Paulo, (1961-1973)

Membro
Comissão de Tecnologia da Educação – USP, 1971-1983
Conselho Estadual de Educação – 1977-1979
Comissão de Ciências Matemáticas do Conselho Estadual de Ciências Exatas e Tecnologia – 1978-1981
Conséil d’Administration – Association Internationale de Cybernétique, Namur, Bélgica, 1981-1986
Diretor de Ensino da Fundação Padre Anchieta – Rádio e Televisão Educativas – 1980-1983
Coordenador do Núcleo de Informática, Comunicações e Artes – NICA/ECA/USP – 1987-1989
Coordenador/Diretor Científico do Centro de Cibernética Pedagógica da ECA/USP
Assessor Científico do CNPq
Consultor Científico da FAPESP
Conselho Curador da Universidade Federal de São Carlos
Comité Assessor de Informática para a Educação do MEC
Conselho de Pesquisas da ECA/USP

Membro do Conselho Consultivo e Professor Pesquisador da Escola do Futuro – USP
Núcleo de Apoio à Cultura e Extensão Universitária de Arte, Tecnologia e Comunicação NACE/ATC/USP
Coordenador de Cursos do Núcleo José Reis de Divulgação Científica – USP
Diretor Científico do Centro Mário Schenberg – USP
ASSOCIAÇÕES CIENTÍFICAS OU CULTURAIS A QUE PERTENCE:
International Academy of Sciences – San Marino
Academia Paulista de Educação
Academia Brasileira de Literatura Infantil e Juvenil
Academia de Letras de Campos do Jordão (Membro fundador e Presidente por três gestões)
Sociedade Brasileira de Matemática
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência
National Council of Teachers of Mathematics – USA
Association Internacionale de Cybernétique – Namur, Bélgica
American Society for Cybernetics – USA
Cybernetics Academy OBLEJA – Milão, Itália
Associação Brasileira da Informática na Educação
Sociedade Brasileira de Professores de Lingüística
Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
Associação Brasileira de Pesquisadores em Artes

PRODUÇÃ0 ACADÊMICA – TRABALH0S PUBLICADOS
Livros:     Didáticos: 79 Acadêmicos: 12
Orientações acadêmicas:    Mestres: 30     Doutores: 27
Artigos em periódicos:    Internacionais: 33    Total: 78
Artigos em revistas:    Internacionais: 19    Total: 65
Artigos em jornais (Ciência e Educação): aproximadamente 300

PRÊMIOS, TÍTULOS E HOMENAGENS:
Mérito Educativo – 1.o lugar – Concurso de Obras Didáticas Nacionais – MEC, 1956
Prêmio Academia 1963 – Academia Militar das Agulhas Negras (Ao Introdutor da Matemática Moderna no Brasil)
Prêmio Jabuti 1963 – Ciências Exatas – Câmara Brasileira do Livro
Life Membership 1969 – National Council of Teachers of Mathematics – USA
Troféu Ana Terra 1979 – Governo do Estado do Rio Grande do Sul (Melhor trabalho realizado na Televisão Educativa Brasileira)
Prêmio Japão 1983 – NHK ao projeto PROTELVITE (PROfessor, TELevisão, VIdeo-TExto) – Tóquio, Japão
Medalha Cultural Monteiro Lobato 1986 – Academia Brasileira de Literatura Infantil e Juvenil
Prêmio INFORMATIQUE 1988 – Centre National d’Enseignement à Distance de Vances – Ministère de l’Éducation, França
Membro Pleno em Ciências da Informação 1991 – International Academy of Sciences – República de San Marino
Membro Honorário da Academia SINICA 1993 – Universidade de Beijing, China
Membro Vitalício do Colégio Científico Internacional da Academia Internacional de Ciências de San Marino 1994
Prêmio INTERCOM-95 – Diploma de Honra ao Mérito
Prêmio Helmar Frank = Institut Kybernatik – Universität Paderborn, Alemanha, 1998
Medalha Honra ao Mérito – Grupo de Estudos do Ensino da Matemática (Introdutor das Olimpíadas de Matemática no Brasil) 2000
Diploma de Prata – Escola do Futuro da USP – 2000
Professor Emérito da Universidade de São Paulo = 2000
Título de Cidadão Jornanense – 2002
Troféu ECA Pós=Graduação 30 anos – 2003
Prêmio Mariazinha Fusari de Ecocomunicação – 2004

Anúncios

3 ideias sobre “Falece o ícone da matemática, Professor Osvaldo Sangiorgi

  1. andreia

    Mto triste a morte de um ser tão maravilhoso, como o Professor cuidei dele 2 anos em 2009 a 2011
    oq me encantava nele é as 9 idiomas que ele falava ,eu aprendi mto com ele lamentavel

    Resposta
  2. Samuel Bezerra de Melo

    Infelizmente não o conheci pessoalmente mas seus livros me ensinaram e sobretudo deram uma razão a minha vida!!! Fico triste pela notícia, todavia ele foi um homem a frente de seu tempo. Ele introduzido a matemática moderna em nosso país e em meados dos anos 80, ele já introduzia um apêndice a informática, uma vez que, aqui ninguém nem sonhava o que era um computador, sem falar que o conteúdo era programação!!! Descanse em paz meu mestre!!! Não te conheci pessoalmente, mas seus não saem de minha estante e todos os dias estou a ver a foto da capa, com aquele professor fazendo de maneira amável sei imprescindível trabalho. O Brasil perdeu um PROFESSOR. Feliz daqueles que te conheceram pessoalmente.

    Resposta
  3. Ahmad Schabib Hany

    Somente hoje, 3 de janeiro de 2018, é que tomo conhecimento da eternização do Professor Osvaldo Sangiorgi, esse tão iluminado ser. Estudei em seus livros entre 1969 e 1976 — isto é, do antigo Programa de Admissão (ao ginásio) até a terceira série do antigo segundo grau –, e seu didatismo o tornava presente entre nós. Detalhe: estudei (e voltei a morar depois de algum tempo) no “final da ferrovia” que saía da Estação da Luz), Corumbá (ex-MT e hoje MS).

    Um dado talvez interessante para os Amigos e familiares do Professor Sangiorgi: o sósia dele (um pouco mais jovem), igualmente Professor Otaviano Gonçalves da Silveira Júnior, formado em Letras e que cuja semelhança, nas décadas de 1960 e 1970 (até 1973), causaram os mais curiosos episódios (acredito que bem-humorados, a depender do caráter dos dois Professores, com letra maiúscula). O Professor Otaviano era sobrinho da conhecidíssima cronista da “Ilustrada”, desde os tempos da “Folha da Manhã” (até a década de 1980). Em fins de 1973 veio para Corumbá (literalmente final da linha) para recomeçar a vida. Em 1974, ingressou no corpo docente da então Universidade Estadual de Mato Grosso (no Centro Pedagógico de Corumbá), e depois se mudou para Campo Grande (1976), sede da mais tarde Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, onde se aposentou, em 1997, em consequência de um acidente vascular cerebral, que o confinou numa cadeira de rodas, e mais tarde acabou retornando a São Paulo, onde faleceu em abril de 1998.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.